Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Renomado teólogo muda de posição sobre o divórcio e defende nova visão

Publicado

em

Da redação JM

Teólogo Wayne Gruden defende novos limites para aceitação do divórcio entre cristãos. Foto: Reprodução

Depois de defender por décadas que o divórcio era apenas biblicamente permitido em casos de infidelidade ou abandono, o principal teólogo americano Wayne Grudem admitiu que abuso também é, de fato, motivos aceitáveis ​​para dissolver um casamento.

Em uma entrevista publicada na terça-feira, Grudem disse ao Christianity Today que algumas novas pesquisas teológicas revelaram a ele que a Bíblia não é tão rígida em divórcio quanto ele passou anos alegando ser. A declaração do teólogo se alinha bem com o despertar cultural em torno de questões de abuso e agressão sexual.

+ Teólogo Rodrigo Silva desabafa e revela ter pensado em largar a igreja

Vale ressaltar, no entanto, que os comentários de Grudem atual se opõem à sua posição publicada em 2018, em seu livro “Ética cristã: uma introdução ao raciocínio moral bíblico”.

A mudança de opinião de Grudem parece ser devida, pelo menos parcialmente, às experiências de abuso que ele e sua esposa, Margaret, ouviram falar, revelou o The Christian Post.

+ Pastor que se divorciou ainda pode liderar uma igreja?

+ Pastor alerta evangélicos sobre divórcio: “Tsunami que traumatiza e devasta tudo”

“Minha esposa Margaret e eu tomamos conhecimento de alguns exemplos comoventes de coisas como humilhação e degradação sexual severa que continuaram por décadas e outro caso de agressão física que durou décadas”, explicou o teólogo. “Em todas essas situações, o cônjuge abusado ficou em silêncio, acreditando que o dever de um cristão era preservar o casamento, a menos que houvesse adultério ou deserção, o que não havia acontecido”.

Grudem defende a crença de que homens e mulheres são chamados para papéis muito diferentes no lar, na igreja e na sociedade, falou sobre sua mudança de entendimento na semana passada, quando proferiu um discurso chamado “Motivos para o divórcio: por que agora acredito que existem mais de dois” na reunião anual da Sociedade Evangélica Teológica.

Sua nova crença vem de sua interpretação renovada de 1 Coríntios 7:15 , que diz: “Mas se o marido ou a esposa que não é crente insistir em partir, deixe-os ir. Nesses casos, o marido ou a esposa crente não está mais ligado ao outro, pois Deus chamou você para viver em paz.”

Grudem explicou que, na maioria dos comentários, “nesses casos” se refere a infidelidade ou abandono. Mas, depois de estudar 52 outros usos da frase de três palavras na literatura grega antiga, ele concluiu que o escritor raramente pretende “nesses casos” se referir aos casos já mencionados. Em vez disso, pretende se referir a situações semelhantes às já abordadas.

“Esses exemplos me levaram a concluir que, em 1 Coríntios 7:15, a frase ‘nesses casos’ deve ser entendida como incluindo todos os casos que destroem um casamento da mesma forma”, disse ele, concluir que o divórcio é aceitável se houver abuso.

Grudem agora se junta a um pequeno grupo de pastores evangélicos – apenas 55% – que acreditam que o divórcio é o melhor curso de ação para quem enfrenta abuso doméstico, embora ele tenha argumentado que a reconciliação, se possível, é o resultado mais desejável.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 horas atrás

ADENOM se prepara para realizar a 13ª Conferência de Avivamento e Missões em Novo México – Vila Velha

A Igreja fica na rua Rosa de Ouro, número 470- em frente a praça do bairro.

Brasil/Mundo6 horas atrás

Sisu 2021.2: inscrições começam nessa terça (03)

Programa disponibiliza vagas de graduação em universidades públicas

Brasil/Mundo11 horas atrás

Manifestação pelo voto impresso lota Avenida Paulista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve no evento e falou ssobre a perseguição política contra conservadores; Assista

Brasil/Mundo3 dias atrás

ANAJURE defende liberdade do colégio batista notificado por vídeo contra a ideologia de gênero

"O vídeo em questão, ainda que expresse discordância quanto às teorias de gênero, não estimula qualquer conduta discriminatória", diz a...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Livro infantil enfrenta a ideologia de gênero: “Elefantes não são pássaros”

"O livro é uma repreensão absoluta à aceitação da transexualidade e ao número crescente de jovens que se identificam como...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Cursos profissionalizantes são aliados na busca pelo emprego

Evento on-line e gratuito vai debater a educação profissionalizante

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pandemia afetou o comportamento de responsáveis por crianças de até três anos em famílias de classe D

Isolamento e crise financeira trouxeram efeitos perversos da desigualdade nas classes mais baixas

Brasil/Mundo4 dias atrás

Bolsa Família pode ter reajuste de 50% ou mais, diz ministro

Valores passarão a ser pagos a partir de novembro

Brasil/Mundo4 dias atrás

“O povo vai reagir em 2022 se não tivermos uma eleição democrática”, diz Bolsonaro

O presidente tem defendido a aprovação do projeto de lei pelo voto impresso auditável

Brasil/Mundo5 dias atrás

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados também deve frear a oferta de crédito a...