Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Risco de infarto aumenta em até 30% no inverno

Cardiologista também explica que é importante ficar atento para alguns sinais que indicam um possível infarto

Publicado

em

Com a chegada do inverno, alguns problemas de saúde, como gripes e resfriados, tornam-se mais comuns, mas não ficam restritos apenas às doenças respiratórias. Segundo o Instituto Nacional de Cardiologia (INC), o risco de sofrer um infarto pode ser até 30% maior nas baixas temperaturas.

Segundo o professor de Cardiologia do curso de Medicina da Universidade Positivo (UP), Vinicius Bocchino Seleme, os grupos de risco são os mesmos, independentemente da temperatura: idosos, hipertensos, diabéticos, tabagistas, pessoas que sofrem com insuficiência renal crônica e colesterol elevado, além daqueles que consomem álcool em excesso, dos que têm histórico familiar de parentes de primeiro grau com infarto, ou se o próprio paciente já teve infarto prévio.

No entanto, o risco não é exclusivo a essas pessoas e, como no inverno, a chance de ocorrer infarto é maior, os cuidados devem ser redobrados. “O frio está relacionado a diversas condições do nosso organismo que aumentam a probabilidade de ocorrer infarto, como o aumento da pressão arterial dos vasos e da atividade nervosa simpática, por exemplo, que é responsável por acelerar os batimentos cardíacos e fazer vasoconstrição (processo de contração dos vasos sanguíneos e consequente diminuição do seu diâmetro, dificultando a circulação) das artérias do coração. Além disso, o ar seco do inverno promove a desidratação do organismo, que também tem relação com o infarto”, aponta.

O cardiologista também explica que é importante ficar atento para alguns sinais que indicam um possível infarto, como dores no peito após esforço físico, falta de ar, cansaço e sensação de desmaio, por exemplo. De acordo com Seleme, o próprio infarto pode ser a primeira manifestação de doença dos vasos do coração e, por isso, a prevenção é fundamental. “É importante tratar as doenças que aumentam o risco de infarto. Quanto à prevenção, deve-se diminuir a exposição corporal às baixas temperaturas, manter-se bem hidratado e ter hábitos saudáveis de vida, como uma boa alimentação, sono adequado, praticar atividades físicas regularmente e proteger-se contra infecções nas vias respiratórias, além de estar sempre com as consultas médicas em dia”, indica.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

finanças finanças
Brasil/Mundo1 hora atrás

62,5 milhões de brasileiros estão inadimplentes, aponta estudo da Serasa

Serasa realiza a ação "Limpa Nome" que permite negociar dívidas com até 99% de desconto

Brasil/Mundo1 hora atrás

Braga Netto desmente Estadão: “Desinformação que gera instabilidade”

Apesar da declaração do ministro da Defesa, o jornal mantém a reportagem no ar

Brasil/Mundo1 hora atrás

Bolsonaro assina projetos de lei em favor da família e contra o aborto

Em reunião com o Presidente da República Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (21), o Ministério da Mulher, da Família e dos...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Ministro da Defesa quebra o silêncio e condiciona eleições de 2022 ao voto impresso

General Walter Braga Netto mandou recado para o presidente da Câmara, afirmando que as eleições de 2022 devem ser "auditáveis"...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Deputada Rosane Felix repudia desenho com ideologia de gênero e linguagem neutra da Netflix

"Ridley Jones – a Guardiã do Museu" tem um personagem não binário e uma família de múmias com dois pais

Brasil/Mundo1 dia atrás

Redes sociais terão emojis de homens grávidos

Homens trans são mulheres biológicas que fizeram a mudança de gênero

Brasil/Mundo2 dias atrás

Prouni 2021: MEC divulga resultado da primeira chamada

Pré-selecionados precisam apresentar documentos para comprovar informações

Brasil/Mundo2 dias atrás

MEC divulga resultado da 1ª chamada do Prouni

Número de candidatos inscritos foi 21% maior do que a mesma edição do ano passado. Foram registradas mais de meio...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Pandemia afeta sono dos brasileiros e leva a aumento do consumo de remédios para dormir

Pesquisa aponta que mais da metade das pessoas tem enfrentado noites mal dormidas; nervosismo, ansiedade, tensão e dificuldade no relaxamento...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Ministro da Educação defende retorno das aulas presenciais

O ministro citou estudos que provam que o fechamento de escolas provoca consequências devastadoras para os alunos