Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Saúde de Palmas alerta para prevenção e cuidados com a dengue

Publicado

em

Da redação JM

“Nossos técnicos estão monitorando as áreas com maior incidência de focos do mosquito.”

Preocupada em diminuir as ocorrências da dengue na Capital, a Prefeitura de Palmas vem atuando para conscientizar a população e também ampliar a vigilância em relação à proliferação do mosquito causador da doença. Nesse sentido, as secretarias de Saúde e Infraestrutura da Capital montaram equipes de trabalhadores para percorrer todas as regiões do município.

Vale destacar que 88% dos focos do mosquito estão dentro das residências, daí a necessidade do envolvimento da população no combate a este vetor.  Até o momento mais de 40 mil imóveis já foram vistoriados pelos agentes de combate às endemias.

Nesta força-tarefa, os agentes de combate às endemias estão com a responsabilidade de monitorar e orientar os proprietários de imóveis que não estiverem cuidando adequadamente de seus espaços. Já os profissionais da Infraestrutura estão com a missão de roçar, limpar e tirar todo entulho que possa acumular água em áreas públicas.

Obreiro da AD Ciadseta morre com suspeita de dengue hemorrágica em Paraíso

De acordo com o Ministério da Saúde, em todo o ano passado, foram registrados 266 mil casos prováveis da doença em todo o país. Já em 2017, foram  239 mil notificações, o que equivale a um aumento de 11%. Em Palmas, nas primeiras três semanas de janeiro, 1.316 casos foram notificados, dentre estes, apenas 62 foram confirmados para a dengue. No ano passado, no mesmo período, o número de registros de casos confirmados foi de 145.

A bióloga e diretora de Vigilância Epidemiológica, Marta Malheiros, disse que desde o ano passado, a Saúde de Palmas está em alerta para manter a doença sob controle. “Nossos técnicos estão monitorando as áreas com maior incidência de focos do mosquito. E nestas áreas as equipes intensificaram as ações de combate e prevenção ao Aedes, realizando os mutirões onde orientam os moradores e eliminam focos que encontram”, reforça a diretora.

Igreja de Palmas organiza mutirão de combate e prevenção a dengue

Os especialistas da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses alertam que não adianta só o poder público intensificar as ações de combate, a população também pode buscar soluções preventivas para eliminar os criadouros do mosquito do Aedes aegypti.  “Esta é a época de maior risco de infecção por doenças transmitidas por ele. É preciso ficar atento e redobrar os cuidados com possíveis criadouros”, ressalta a gerente da UVCZ, Betânia Costa, alertando que os insetos são silenciosos e podem estar em apartamentos, casas, perímetro urbano ou rural.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo6 horas atrás

Seleção Russa bem-sucedida para a Copa do Mundo de 2022

Há vários fatores óbvios no desempenho bem sucedido da equipe

Brasil/Mundo9 horas atrás

“Foi a própria Exame que falou da relação de HIV com vacina”, diz Bolsonaro

Durante live no Facebook, Bolsonaro leu uma reportagem internacional sobre esse mesmo assunto e foi acusado de propagar notícia falsa

Brasil/Mundo1 dia atrás

Jogador do Cuiabá, diz que homossexualidade ‘é pecado’ e ‘leva à condenação’

Cristão, o atleta passou a se acusado de homofobia

Brasil/Mundo1 dia atrás

Ministro da Justiça pedirá extradição de Allan dos Santos

Torres revelou que setores da Interpol não reconhecem o pedido, pois não há crime de opinião

Brasil/Mundo3 dias atrás

Motivação de estudantes aumentou com retorno das aulas presenciais, diz pesquisa

Na opinião de pais, 87% dos filhos que frequentam as aulas presenciais se sentem mais animados

Brasil/Mundo4 dias atrás

Governo de Rondônia proíbe ‘linguagem neutra’ nas escolas

Os professores e instituições poderão ser punidos se não obedecerem

Brasil/Mundo4 dias atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo4 dias atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Publicidade