Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Senado se alia ao STF contra Bolsonaro e segura indicação do pastor André Mendonça para a Corte

Publicado

em

Como se era de esperar, o Senado Federal decidiu segurar a indicação de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal e mostrou que está “aliado” a Suprema Corte contra o presidente Jair Bolsonaro. Senadores disseram que a sabatina do ex-ministro de Bolsonaro pode ficar para outubro ou novembro, atrasando assim o presidente Bolsonaro de ter um ministro no STF verdadeiramente conservador e defensor das pautas que a nação tanto espera.

A indicação oficial de André Mendonça foi enviada ao Senado no dia 13 de julho, antes do recesso parlamentar. Até hoje, porém, não foi lida pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e não está também nos planos do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, pautar para os próximos meses a sabatina.

O presidente da CCJ do Senado é o senador Davi Alcolumbre, outro aliado do sistema que quer derrubar o presidente.

PUBLICIDADE