Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Tragédia de Paracatu: bloqueios no WhatsApp e empréstimo negado motivaram massacre

Publicado

em

Da redação

A tragédia ocorrida na Igreja Batista Shalom no dia 21 de maio , foi ocasionada, segundo a polícia, por uma exclusão de Rudson Aragão Guimarães do grupo de Whatsapp, composto por um pastor e por membros da igreja evangélica frequentada por ele. Ainda segundo a informação, outro fato motivador, a negativa de pedidos de empréstimo à ex-namorada, junto ao primeiro fato, teriam sido o estopim para o massacre promovido pelo homem de 39 anos, no último dia 21, em Paracatu, na região Noroeste do Estado. As informações são de O Tempo.

A conclusão é da delegada Thays Regina Silva, presidente do inquérito que investigou os crimes cometidos por Rudson. Em menos de dez dias, a investigação apontou que Rudson – já longe das atividades de liderança exercidas na igreja por mudanças no comportamento – tentou difamar o pastor da igreja por meio das redes sociais. “Ficou evidenciado que a motivação dos crimes foi realmente o afastamento da posição de liderança de uma célula religiosa. A partir daí, ele teria, indignado, começado a atribuir posturas inidôneas ao pastor e ele teria feito isso através de mensagens em grupos de whatsapp composto por integrantes da comunidade religiosa”, afirmou. Excluído de grupos virtuais administrados pelo religioso e ignorado por outros fiéis, o homem teria planejado o ataque.

+ Ataque em igreja: “tragédia poderia ter sido muito pior”, diz polícia

+ Tragédia de Paracatu: ‘Voltei do inferno e tenho missão para cumprir’, disse atirador

+ Homem invade igreja evangélica e mata ao menos quatro pessoas em MG

“Talvez por isso ele não tenha se dirigido só ao pastor, mas a todo esse grupo de lideranças da igreja, e também à própria Heloísa, que continuou participando e atuante na comunidade religiosa”, afirmou Silva.

Rudson foi preso em flagrante no mesmo dia da chacina pelas mortes da ex-namorada, Heloísa Vieira Andrade, 59, atacada no pescoço a golpes de canivete, Marilene Martins de Melo Neves, 52, Rosângela Albernaz, 49 e o pai do pastor – principal alvo de Rudson- Antônio Rama, de 66 anos. Os três foram assassinados a tiros que teriam sido disparados por Rudson.

Ele foi indiciado pelo quatro homicídios duplamente qualificados. “As quatro mortes foram cometidas por motivo torpe e sem possibilidade de resistência das vítimas”. O homem também vai responder pela tentativa de homicídio do pastor, também duplamente qualificado.

A hipótese de que o massacre ter sido cometido em função de um suposto surto psicótico foi descartada pela investigação. “Nós conseguimos delimitar que ele teria premeditado o crime e total capacidade de determinação durante a ação delitiva”, contou a delegada Thays Regina Silva.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Motivação de estudantes aumentou com retorno das aulas presenciais, diz pesquisa

Na opinião de pais, 87% dos filhos que frequentam as aulas presenciais se sentem mais animados

Brasil/Mundo2 dias atrás

Governo de Rondônia proíbe ‘linguagem neutra’ nas escolas

Os professores e instituições poderão ser punidos se não obedecerem

Brasil/Mundo3 dias atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo4 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo5 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo6 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Publicidade