Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Unicamp disponibiliza conteúdos gratuitos de História para estudantes e professores

O objetivo é oferecer materiais, vídeos e sugestões de leituras que podem ser utilizados em salas de aula

Publicado

em

O departamento de História da Universidade Estadual de Campinas, a Unicamp, está disponibilizando gratuitamente cerca de 300 planos de aula para professores e estudantes do ensino fundamental e médio. A universidade liberou um link específico para acessar os planos que são divididos em seis temas: “História da África”, “História dos Índios” e “Ditadura Civil-Militar”, “Imagens da sala de aula”, “Narrativas da América: discursos e dinâmicas locais” e “A Canção Popular Brasileira no ensino de História”.

Os planos de aula são resultados das atividades finais realizadas nos Cursos de Formação Continuada para Professores, oferecidos paralelamente às provas das Olimpíadas de História desde 2013. Nesses cursos, os professores participantes trabalham um tema escolhido a partir de demandas curriculares e constroem os materiais que podem ser usados como apoio por outros docentes em suas aulas.

O objetivo é “oferecer materiais, vídeos e sugestões de leituras que podem posteriormente ser utilizados pelos professores em suas próprias salas de aula”. Os planos são completos e indicam como abordar os assuntos dentro da sala de aula. Os professores podem consultar formas de avaliação, além terem indicação de bibliografia e conteúdos diversos (vídeos, reportagens, músicas etc).

O conteúdo foi selecionado entre os melhores produzidos por professores que participaram de diferentes edições das olimpíadas, realizadas pela instituição.

Organizada pela Unicamp, a Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), ocorre anualmente com professores e alunos do ensino fundamental (8º e 9º anos) e do médio de escolas públicas e particulares de todo país. Em 2021, as provas ocorreram de forma on-line entre os dias 3 de maio e 12 de junho. A lista final com os vencedores da edição ainda não foi divulgada.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 

 

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo3 horas atrás

Violência psicológica contra a mulher passa a ser crime no Brasil

O crime pode ocorrer por meio de ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem, ridicularização e outros

Brasil/Mundo4 horas atrás

Após protestos em todo Brasil pelo voto impresso auditável, TSE mira Bolsonaro e abre inquérito

Barroso rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro, sem mencioná-lo, e voltou a garantir que o processo eletrônico é seguro. 

Brasil/Mundo19 horas atrás

ADENOM se prepara para realizar a 13ª Conferência de Avivamento e Missões em Novo México – Vila Velha

A Igreja fica na rua Rosa de Ouro, número 470- em frente a praça do bairro.

Brasil/Mundo23 horas atrás

Sisu 2021.2: inscrições começam nessa terça (03)

Programa disponibiliza vagas de graduação em universidades públicas

Brasil/Mundo1 dia atrás

Manifestação pelo voto impresso lota Avenida Paulista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve no evento e falou ssobre a perseguição política contra conservadores; Assista

Brasil/Mundo4 dias atrás

ANAJURE defende liberdade do colégio batista notificado por vídeo contra a ideologia de gênero

"O vídeo em questão, ainda que expresse discordância quanto às teorias de gênero, não estimula qualquer conduta discriminatória", diz a...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Livro infantil enfrenta a ideologia de gênero: “Elefantes não são pássaros”

"O livro é uma repreensão absoluta à aceitação da transexualidade e ao número crescente de jovens que se identificam como...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Cursos profissionalizantes são aliados na busca pelo emprego

Evento on-line e gratuito vai debater a educação profissionalizante

Brasil/Mundo5 dias atrás

Pandemia afetou o comportamento de responsáveis por crianças de até três anos em famílias de classe D

Isolamento e crise financeira trouxeram efeitos perversos da desigualdade nas classes mais baixas

Brasil/Mundo5 dias atrás

Bolsa Família pode ter reajuste de 50% ou mais, diz ministro

Valores passarão a ser pagos a partir de novembro