Conecte-se conosco

Política

Vereadores de Palmas debatem Segurança Pública após sequestro do ônibus na ponte Rio-Niterói no RJ

Publicado

em

Da redação

“Se um dos passageiros estivesse armado, este terror já teria acabado há muito tempo”, disse um vereador em crítica à bancada do Tocantins que votou contrário ao Decreto das Armas do presidente Jair Bolsonaro (PSL)

Motivados pelo sequestro de um ônibus na ponte Rio-Niterói no Rio de Janeiro, na terça-feira, 20, os vereadores da Câmara Municipal de Palmas usaram a tribuna para cobrar a realização do concurso da Guarda Metropolitana e demonstrar sua preocupação com a segurança pública na Capital.

Filipe Fernandes (DC) iniciou os discursos criticando a bancada do Tocantins que votou contrário ao Decreto das Armas do presidente Jair Bolsonaro (PSL). “Não quero dar nomes, mas quero dizer que aqueles que foram contrários, foram contrários ao ser humano que luta para defender sua família. Se um dos passageiros estivesse armado, este terror já teria acabado há muito tempo”, criticou.

+ Igreja Universal é homenageada em Sessão Solene na Câmara de Palmas

Filipe Martins (PSC) concordou com o colega parlamentar e disse que a sociedade de bem continua desarmada, citando um assalto ocorrido em Porto Nacional no final de semana. “Foram assaltar o supermercado de um policial reformado e levaram umas balinhas. Nossa sociedade está à mercê dos bandidos, nossa Segurança Pública está defasada. Os armamentos, veículos e até os coletes dos bandidos são mais modernos”, analisou.

Assim Também, o vereador Jucelino Rodrigues (PTC) falou sobre os altos custos de um preso para a população e Moisemar Marinho (PDT) cobrou a realização do concurso público da Guarda Metropolitana de Palmas. “O concurso foi anunciado em fevereiro e até agora não foi publicado edital. É um concurso esperado pela sociedade. Não poderia deixar de fazer essa cobrança, pois nossa Guarda é antiga, com pouco mais de 180 homens que trabalham para resguardar o patrimônio público e atuar também na repreensão ao crime”, cobrou.

Além disto, foi lido em sessão o pedido de licença por 121 dias do vereador Claudemir Portugal (PRP) por motivos de saúde. Desta forma, seu suplente, Irmão Jairo (PSL), foi convocado a assumir a vaga do parlamentar neste período.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo7 horas atrás

5 perguntas respondidas sobre a terceira dose das vacinas de Covid-19

A terceira dose já começou a ser aplicada no Brasil, idosos são os primeiros a receberem o reforço vacinal

Brasil/Mundo21 horas atrás

Workshop sobre meio ambiente e astronomia recebe inscrições até 22/09

GLOBE Brasil 2021 é realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB); confira como participar

Brasil/Mundo23 horas atrás

Ministério Zoe retorna aos lançamentos com a canção “Se dê mais uma chance”

A faixa chega nas plataformas nesta quarta-feira (22) em todas as plataformas digitais

Brasil/Mundo1 dia atrás

Caixa Econômica anuncia redução de juros para Crédito Imobiliário Poupança Caixa

Banco alcançou a marca de R$ 300 bilhões contratados na atual gestão e segue como o maior financiador da casa...

Brasil/Mundo1 dia atrás

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Brasil/Mundo1 dia atrás

MG terá investimento de R$ 5,2 bilhões em projetos de energia solar e híbrida

Companhia alemã investirá o valor na construção de três usinas de energia limpa, sendo duas solares e uma de fonte...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo5 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo5 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel