Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

[VÍDEO] Deputado gera revolta ao pedir ‘vaia’ contra PM no carnaval da Bahia

Publicado

em

Enquanto cantava, Kannário viu uma ação da PM para desmontar uma roda de briga em meio aos foliões.

O cantor e deputado Igor Kannário, que participava de uma apresentação no Carnaval da Bahia, pediu ‘vaia’ para a Polícia Militar.

O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira (24), quando comandava o bloco ‘pipoca’ no Campo Grande.

Enquanto cantava, Kannário viu uma ação da PM para desmontar uma roda de briga em meio aos foliões.

De imediato, ele disse:

“Peço à imprensa, filma isso aí. Isso é abuso de poder, abuso de autoridade. Quero uma vaia para a Polícia Militar da Bahia”, afirmou.

Kannário não parou por aí.

“Agressores, agressores! Venha me bater aqui em cima. Quero ver”!, continuou ele.

E completou:

“Venha me bater aqui em cima, seu bunda mole”, possivelmente se dirigindo a algum policial em específico.

Repercussão

O vídeo que mostra as declarações de Kannário rapidamente viralizou na Internet.

No Twitter, internautas realizaram tuitaço contra o músico e deputado.

Para Igor Guedes, professor de História, “chamar [a PM] de ‘bunda mole’, do alto de um trio elétrico, colocando a população contra os policiais é uma canalhice!”

Ele ainda frisou que a “polícia da Bahia é a que trabalha com as maiores animosidades no Carnaval”.

Já Airton Moraes, outro internauta, questionou as implicações em torno do cargo exercido como deputado.

“Ele pode cantar qualquer coisa em cima do trio elétrico? E a tal liturgia do cargo?”, escreveu.

Autoridades comentam o caso

O deputado federal Eduardo Bolsonaro usou as redes sociais para comentar as declarações de Kannário.

“E pensar que esse vagabundo que com o microfone é um deputado federal, Igor Kannario (DEM-BA). No mínimo o governador ao lado do Comandante Geral da PM da Bahia deveriam fazer um repúdio público a isso. E ainda há quem vá curtir um bloco de um cara desse”, escreveu.

A major Fabiana, que também é deputada, expressou repúdio e classificou a fala como ‘incitação criminosa’

“Meu total repúdio à incitação criminosa que o Igor Kannário fez contra à honrada Polícia Militar da Bahia. Se um Deputado Federal não é capaz de respeitar as instituições, imagina a população que votou nele e o vê como exemplo. Lamentável!”, disse.

A resposta de Kannário

A assessoria de Igor Kannário emitiu uma nota para a imprensa dizendo que ‘não irá se calar quando excessos forem cometidos’.

Leia a nota na íntegra:

“O deputado federal Igor Kannário vem a público esclarecer os fatos ocorridos nesta segunda-feira (24) durante a passagem da pipoca do cantor pelo circuito Osmar (Campo Grande). Kannário informa que, ao observar um tratamento agressivo de alguns policiais militares contra foliões, solicitou uma abordagem adequada dos profissionais. O deputado ressalta seu respeito e admiração pela instituição Polícia Militar, que tanto se dedica diariamente aos baianos. Contudo, Kannário enfatiza que não irá se calar quando excessos forem cometidos, como ocorreu nesta segunda. O parlamentar baiano frisa, ainda, que este foi um caso pontual da atuação da PM durante a passagem da pipoca do Kannário pelo Campo Grande. Inclusive, no início do desfile, o cantor pediu aplausos para a PM e para os policiais que estão trabalhando arduamente neste Carnaval. Destaca também que sua pipoca foi, mais uma vez, um grande sucesso de público, com uma linda festa no circuito Osmar, marcada pela paz e pela diversão dos foliões. Mantenho meu imenso respeito pela Polícia Militar, valorosa instituição que tanto orgulha a Bahia. Mas ressalto que não vou me calar diante dos excessos, ainda mais contra a minha pipoca, que saiu das favelas para fazer uma festa linda na Avenida. Sou um político que tenho lado, e meu lado é o povo”.

Assista ao vídeo:

(Com Conexão Política)

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo7 horas atrás

Governo anuncia empréstimo de até R$ 1 mil pelo aplicativo Caixa Tem

O aplicativo da Caixa é usado para pagar o Auxílio Emergencial

Brasil/Mundo8 horas atrás

Amor e inclusão: menina de oito anos grava aulas para ensinar Libras ao avô

Ao ver a dificuldade do avô Lourival, 79, Maria Eduarda deu uma verdadeira aula de empatia e generosidade

Brasil/Mundo1 dia atrás

Tempestade de areia assusta moradores do interior de São Paulo

A tempestade de poeira chegou a municípios também de Minas Gerais próximos do estado paulista.

Brasil/Mundo1 dia atrás

Reações da vacina contra a Covid-19 faz tenista francês desistir da temporada: “Me arrependi de ter tomado”

Aos 34 anos, ficar afastado dos treinos e jogos pode fazer com que ele se aposente mais cedo do que...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Bolsonaro e Michelle testam negativo para Covid-19

O presidente não está vacinado e a primeira-dama se vacinou durante viagem aos EUA

Brasil/Mundo1 dia atrás

Jotta A volta a chocar seguidores ao postar foto seminu

O cantor deixou o mercado gospel e tem recebido muitas críticas na sua primeira música secular

Brasil/Mundo1 dia atrás

Entidades de Direito Religioso comentam decisão de Barroso que impede a entrada de missionários em tribos indígenas isoladas

Na semana passada, o ministro Barroso aceitou parcialmente ao pedido feito pelo PT contra os missionários em tribos indígenas

Bastidores4 dias atrás

Frente Evangélica emite nota de repúdio à decisão de Barroso sobre missionários em terra indígenas

Nota critica a decisão e chama ação de "ideologia anticristã"

Brasil/Mundo4 dias atrás

Comissão especial conclui votação da reforma administrativa

Proposta seguirá para análise no Plenário da Câmara; para ser aprovada, são necessários dois turnos de votação

Brasil/Mundo4 dias atrás

Espanha: Partido Socialista quer prender grupos pró-vida que atuam na porta de clínicas de aborto

Clínicas abortistas pressionam o governo espanhol para tonar as ações pró-vida “um crime de obstrução ao direito ao aborto”