Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Wanderlei Barbosa rebate críticas de Amastha sobre a saúde do Tocantins

Publicado

em

Barbosa rebate Amastha por não cumprir promessa de construir Hospital de Urgência em Palmas

O candidato a vice-governador Wanderlei Barbosa (PHS), da coligação Governo de Atitude, rebateu as críticas do ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, sobre o sistema de Saúde do Estado.  Em seu programa partidário desta quarta-feira (05), Amastha afirma que as soluções prometidas pelo Estado para área da Saúde pública jamais se concretizaram e aborda as obras dos três hospitais que estão paradas:

“A ampliação do HGP em Palmas, o hospital de Gurupi e o de Araguaína. Fora as reformas como as de Augustinópolis, que nunca terminam. Vamos destravar essas obras e concluir. Mandar equipamentos especializados para as dez governadorias. Criar estímulos para fixar médicos no interior”, disse Amastha em sua fala.
Amastha fala ainda das 19 unidades de saúde na Capital, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do ambulatório que faz pequenas cirurgias. “Não tem segredo, saúde forte, precisa de um governador forte”, finaliza.

Críticas

No entanto, para o vice-governador Wanderlei Barbosa, o ex-prefeito Carlos Amastha, não tem credibilidade para fazer as críticas, e lembrou que ele não conseguiu nem ao menos cumprir suas promessas feitas para a população de Palmas, como a construção do Hospital de Urgência da Capital.

Quando foi candidato à Prefeitura de Palmas no ano de 2012, uma das principais promessas de Amastha era a construção de um hospital para o atendimento de acidentados. Seis anos depois, a obra nunca saiu do papel. “Em Palmas, existem apenas UPAs [Unidades de Pronto Atendimento] que fazem o atendimento à população. Com isso, grande parte das demandas é encaminhada ao HGP [Hospital Geral de Palmas], sobrecarregando a unidade. Se o Hospital de Urgência não fosse apenas uma promessa de Amastha, o HGP seria destinado para a função ao qual foi construído, que é o tratamento de alta complexidade e de cirurgias eletivas”, afirmou Wanderlei.

Servidores cedidos ao Município

Segundo a assessoria do Vice-governador, o Governo do Tocantins mantém cessão de 78 servidores entre médicos, enfermeiros, cirurgiões dentista, técnicos de enfermagem, dentre outros, cedidos à Prefeitura de Palmas e custam quase R$ 900 mil ao mês aos cofres públicos do Estado. O Governo autoriza essas cessões para que o município reforce os trabalhos do atendimento básico de saúde aos cidadãos.

Melhorias no Sistema de Saúde do Estado

“Neste pouco tempo em que assumimos o Governo, já fizemos muitas mudanças na saúde pública. Entre elas, podemos citar o fim das filas nos corredores do HGP; a implantação do Opera Tocantins, para zerar as filas de cirurgias eletivas; o retorno da construção do Hospital Geral de Gurupi [HGG]; a finalização de reformas de vários hospitais regionais; a conclusão da Unidade de Terapia Intensiva [UTI] neonatal de Araguaína; entre outras tantas obras. E o Amastha fez o que? Não conseguiu nem cumprir as promessas que fez para a população de Palmas nesta área”, criticou Wanderlei.

Incoerente

O vice-governador pontuou também que existe uma forte incoerência no discurso de Carlos Amastha. “Se o sistema de Saúde do Estado é tão ruim, por que cerca de 40% dos pacientes do HGP são encaminhados pelas UPAs de Palmas? Talvez seria melhor o ex-prefeito colocar a mão na sua consciência antes de propagar inverdades no seu programa eleitoral”, disse.

Wanderlei Barbosa afirmou que ao contrário de Amastha, a coligação Governo de Atitude, encabeçada pelo Governador Mauro Carlesse (PHS), não fica apenas nas propostas, mas sim mostrando do que é capaz de fazer. “Isso está refletido em todas as pesquisas. A população sabe que a continuidade do Governo Carlesse fará com que o Estado continue andando sem interrupções. É isso que está deixando Amastha desorientado, fazendo com que não carregue o apoio mesmo entre aqueles que supostamente deveriam estar do seu lado”, concluiu.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo3 horas atrás

Sisu 2021.2: inscrições começam nessa terça (03)

Programa disponibiliza vagas de graduação em universidades públicas

Brasil/Mundo8 horas atrás

Manifestação pelo voto impresso lota Avenida Paulista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve no evento e falou ssobre a perseguição política contra conservadores; Assista

Brasil/Mundo3 dias atrás

ANAJURE defende liberdade do colégio batista notificado por vídeo contra a ideologia de gênero

"O vídeo em questão, ainda que expresse discordância quanto às teorias de gênero, não estimula qualquer conduta discriminatória", diz a...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Livro infantil enfrenta a ideologia de gênero: “Elefantes não são pássaros”

"O livro é uma repreensão absoluta à aceitação da transexualidade e ao número crescente de jovens que se identificam como...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Cursos profissionalizantes são aliados na busca pelo emprego

Evento on-line e gratuito vai debater a educação profissionalizante

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pandemia afetou o comportamento de responsáveis por crianças de até três anos em famílias de classe D

Isolamento e crise financeira trouxeram efeitos perversos da desigualdade nas classes mais baixas

Brasil/Mundo4 dias atrás

Bolsa Família pode ter reajuste de 50% ou mais, diz ministro

Valores passarão a ser pagos a partir de novembro

Brasil/Mundo4 dias atrás

“O povo vai reagir em 2022 se não tivermos uma eleição democrática”, diz Bolsonaro

O presidente tem defendido a aprovação do projeto de lei pelo voto impresso auditável

Brasil/Mundo5 dias atrás

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados também deve frear a oferta de crédito a...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Brasil ultrapassa marca de 60% da população vacinada com primeira dose contra Covid-19

São mais de 96 milhões de pessoas, das 160 milhões com mais de 18 anos, que receberam a primeira dose...