Conecte-se conosco

Política

Witzel sanciona lei que autoriza templos religiosos a realizar cultos presenciais durante a pandemia

Publicado

em

Governo sanciona lei que autoriza templos religiosos a realizar cultos presenciais durante a pandemia

Igrejas e templos religiosos de todos os credos estão autorizados a realizar cultos e reuniões presenciais durante o período de pandemia do Covid-19 no Estado do Rio de Janeiro. É o que garante a lei 8906/2020, sancionada pelo governador Wilson Witzel (PSC) e publicada no Diário Oficial desta terça-feira (30/06).

Apresentada por Léo Vieira (PSC), com coautoria de 23 deputados, a lei tem validade se respeitadas as determinações municipais e medidas sanitárias de prevenção, como o distanciamento de um metro entre os membros e cumprimento de regras de higiene. Além de distribuir álcool 70% e máscara, as lideranças religiosas devem colocar cartazes informativos e fiscalizar os participantes para evitar qualquer contato físico, como abraços e apertos de mão.

“As pessoas estão mais deprimidas com a pandemia e perda de pessoas queridas. Essa lei é de extrema importância porque as igrejas prestam um serviço espiritual, dão apoio emocional e até mesmo social”,  afirma o deputado Capitão Paulo Teixeira (Republicanos), um dos coautores da lei.

A lei determina ainda que a parte interna dos templos seja higienizada entre as sessões e os cultos. Além disso, pessoas consideradas vulneráveis, como as idosas ou portadoras de hipertensão arterial, diabetes, câncer e doenças cardiovasculares, devem optar pela participação não presencial.

“Estamos falando de pessoas conscientes e disciplinadas, que vão tomar todos os cuidados para professar sua fé com segurança”, completa Rosenverg Reis (MDB), que também assina a coautoria junto com Alana Passos (PSL), Rosane Felix (PSD) e outros 20 deputados.   

Saiba + Jornalista defende reabertura gradual das igrejas em Araguaína: “reabrir com responsabilidade”

https://www.jmnoticia.com.br/2020/06/08/jornalista-comemora-retorno-dos-cultos-presenciais-em-araguaina-sociedade-e-quem-ganha/

AGROTINS 2021

Últimas notícias

Brasil/Mundo10 horas atrás

Bolsonaro diz que vai vetar ‘passaporte sanitário’ para vacinados contra a Covid

Texto foi aprovado no Senado e seguirá para a Câmara dos Deputados

Brasil/Mundo2 dias atrás

Levantadora de pesos diz que a presença de atletas trans tornará o jogo olímpico “injusto”

Laurel Hubbard já competia nos campeonatos masculinos até que em 2013 se tornou mulher trans

Brasil/Mundo2 dias atrás

PM de Alagoas exonera subcomandante que defende Bolsonaro e ataca opositores nas redes sociais

Um dia após a exoneração, o militar publicou uma foto no Facebook e escreveu: "Entre o louco e o corrupto,...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Benjamin Netanyahu deixa o cargo de primeiro-ministro de Israel

Novo premiê foi eleito pelo parlamento israelense após acordos políticos

Brasil/Mundo2 dias atrás

Biden hasteia a bandeira LGBT na embaixada dos EUA no Vaticano e é criticado

Entre os críticos está o pastor Franklin Graham que entendeu a decisão como um desrespeito ao simbolismo religioso do Vaticano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Mandato de Benjamin Netanyahu chega ao fim em Israel

É a primeira vez que o partido árabe Ra’am fará parte oficialmente do governo, que terá apoio de uma coalização...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Doria cumpre o que prometeu e multa Bolsonaro por andar sem máscara em ‘motociata’

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também foram multados

Brasil/Mundo5 dias atrás

Vídeo: Pastor Wellington Júnior recebe forte profecia de que irá enfrentar muitos levantes

"Agora esse é o momento meu filho, em que tu às de assumir muitas responsabilidade na minha obra", disse a...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Liminar ordena a suspensão da Lei do Aborto na Argentina por inconstitucionalidade

Ação movida por um cidadão resultado na liminar assinada na cidade de Mar del Plata

Brasil/Mundo6 dias atrás

Câmara aprova urgência para projeto que institui federações de partidos políticos

Pelo projeto, após registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atuem como se fosse uma agremiação única